sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

"SOMBRA PÁLIDA"



 "SOMBRA PÁLIDA"

Sombra...
Pálida que caminha entre as serras
Montes e vales, chorando de dor
Que acabou de perder a pessoa amada

Pálida com uma folha caída no chão
Com a neve que cai entres as serras
Deste nosso amado Portugal

Pálida do inverno frio e gelado
Do sangue que não corre nas veias
Dos braços cansados e tristes

Pálida que anda perdida, sozinha
Por montes, serras e vales
Não sabe o caminho que tomar.
  


sábado, 10 de janeiro de 2015

MEU AMOR

Quando eu partir meu amor cobre-me
De pétalas de rosas e de orquídeas
E lembra-te sempre de mim.
 
Isabel Morais Ribeiro Fonseca