terça-feira, 3 de junho de 2014

"ENCONTRO"

"ENCONTRO"

Primavera (1984).
Chegaste sem avisar amor
Numa manhã de primavera.
Aos poucos e poucos
Invadiste o meu coração.
Ocupaste um lugar na minha mente
No meu pensamento.
Na minha alma, no meu corpo
Na minha vida.
Afinal quem te deu permissão para invadir.
Invadir todo o meu ser.
Sem pressa tu foste-te instalando
Aninhando-te no meu colo.
Hoje percebo que gosto da tua presença.
Dou por mim a pensar em ti, no teu sorriso.
No teu rosto doce
Como é bom o sabor das lembranças de ti.
Pensar em ti
É como sentir um perfume
Que nos traz boas recordações.
No compasso dos sentimentos
Dos pensamentos doces.
Gosto de fechar os olhos
E visualizar o teu rosto, o teu sorriso.
Embalar o delírio, o desejo
Sinto saudade dos teus beijos.
Dos teus abraços, dos teus carinhos
Do calor da tua pele.
Ouço a tua voz a sussurrar no meu ouvido
As palavras doces.
Abro os olhos e tu estás aqui meu amor

Isabel Morais Ribeiro Fonseca